IPCA, IGP-M, INPC... Qual a inflação verdadeira?
Voltar para o blog

IPCA, IGP-M, INPC... Qual a inflação verdadeira?

IPCA, IGP-M, INPC... Qual a inflação verdadeira?
 

Entenda as diferenças entre os índices que medem o ritmo dos preços, e como cada um pode mexer com o seu bolso

 


Nos jornais, televisão, no rádio e nos portais de notícia o governo comemora a inflação na casa dos 4%. Mas quando o aluguel é reajustado (pela inflação, como manda o contrato) em quase 8%, fica difícil compartilhar dessa mesma alegria. Para não falar de quantas vezes o salário foi reajustado por um dígito bem menor do que o alardeado nas manchetes.

 

Poxa vida, mas qual a inflação verdadeira?
 

Todas elas. Cada índice mede a inflação de uma cesta de produtos diferentes, simples assim. E cada um deles reflete com maior precisão como os preços subiram ou desceram, em média, para determinado perfil de consumidores. E, assim, são mais ou menos adequados para cada tipo de contrato. Aluguel, por exemplo, é reajustado pelo IGPM, conhecido por isso como “a inflação do aluguel”; salários, em geral, pelo INPC (veja mais na tabela abaixo).

O Índice de Preços ao Consumidor Amplo, o popular IPCA, é o mais famoso deles. Apelidado de “inflação oficial”, é nele que o governo e o Banco Central se baseiam na hora de planejar suas políticas. Esse é também o índice de inflação que mais mexe com a vida de investidores. Ativos importantes, como títulos do Tesouro Direto, têm o rendimento atrelado ao comportamento do indicador.

Mas há muito, muito mais índices: IPCA-15, IPC-S, IPC-3i... Para facilitar a sua vida, temos esta tabela logo abaixo. Nele você encontra o nome dos principais índices de inflação do Brasil, a periodicidade, quem calcula, qual a cesta de produtos avaliada e como eles podem mexer com o seu bolso.

 

 

Viu um índice de preços por aí e não entendeu? Recorra ao tabelão da inflação.

 

Tabelão da Inflação

 

ÍNDICEPERIODICIDADEQUEM CALCULA?QUAL A CESTA DE PRODUTOS?COMO MEXE COM O BOLSO?
IGP-DI – Índice Geral de Preços - Disponibilidade InternaMENSALIBRE/FGVMesma metodologia do IGP-M. A diferença é que, enquanto IGP-M registra o movimento médio dos preços em 30 dias fechados, IGP-DI mede de um dia 21 ao outro.Também utilizado para o reajuste de alugueis e tarifas públicas.
IGP-M – ÍNDICE GERAL DE PREÇOS DO MERCADOMENSALIBRE/FGVObserva preços no atacado para produtores (60% do índice) e no varejo para consumidores (30%) e construção civil (10%).É a principal referência para o reajuste de alugueis e tarifas públicas, como energia elétrica. Fundos imobiliários também remuneram com base no índice.
INCC – Índice Nacional de Custo da ConstruçãoMENSALIBRE/FGVVariação média de preços da construção civil, esse índice reflete a dinâmica de custos de 7 capitais: São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Salvador, Recife, Porto Alegre e BrasíliaNormalmente, reajusta contratos de compra de imóveis enquanto a obra está em execução.
INPC – ÍNDICE NACIONAL DE PREÇOS AO CONSUMIDORMENSALIBGECalcula a variação média de preços dos mesmos 400 produtos e nas mesmas localidades do IPCA – mas para famílias de baixa renda, que ganham entre 1 e 5 salários mínimos.Não há investimentos atrelados ao índice. Em geral, é utilizado para reajustar salários.
IPA-M – Índice de Preços ao Produtor Amplo-MercadoMENSALIBRE/FGVÍndice que mostra o sobe e desce de preços de produtos agropecuários e industriais nas transações entre empresas, ou seja, feitas antes do consumo final do produto.Não há reajustes atrelados ao índice.
IPC-3iTRIMESTRALIBRE/FGVEle aponta a variação média de preços para família predominantemente composta por pessoas acima dos 60 anos em São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Salvador, Recife, Porto Alegre e Brasília.É usada como referência para a execução de políticas públicas nas áreas de saúde da terceira idade e previdência.
IPC-S – Índice de Preços ao Consumidor SemanalSEMANALIBRE/FGVMede o ritmo de preços de 338 bens e serviços consumidos por famílias com renda entre 1 e 33 salários mínimos mensais. Cobre sete capitais: São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Salvador, Recife, Porto Alegre e Brasília.Usado para reajustar salários e contratos de alugueis.
IPCA – ÍNDICE DE PREÇOS AO CONSUMIDOR AMPLOMENSALIBGEOs 400 itens mais consumidos por famílias com renda mensal entre 1 e 40 salários mínimos, de Belém, Fortaleza, Recife, Salvador, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, Vitória, São Paulo, Curitiba, Porto Alegre, Brasília, Goiânia e Campo Grande.Afeta o rendimento dos seguintes títulos públicos: Tesouro IPCA+ (NTN-B Principal) e IPCA com juros semestrais (NTN-B). Na renda fixa, há opções pós-fixadas, como letras de crédito, que pagam o CDI mais o IPCA do período.
IPCA-15 – ÍNDICE DE PREÇOS AO CONSUMIDOR AMPLO 15MENSALIBGEUsa exatamente a mesma metodologia do IPCA. A diferença é que, enquanto o IPCA mede a inflação do primeiro ao último dia do mês, o IPCA-15 mede a inflação em 30 dias de um dia 15 ao outro.Não há reajustes atrelados ao índice.

 

Via Valor Investe

 

Outros posts

  1. Quarto com closet: saiba como decorar e organizar + 62 modelos

    Quarto com closet: saiba como decorar e organizar + 62 modelos

    Quarto com closet: saiba como decorar e organizar + 62 modelos Ter um quarto com closet é o sonho de muita gente, afinal, esse tipo de ambiente é sinal de praticidade, organização e claro mais requin...

  2. Home office: como organizar e decorar + 85 modelos

    Home office: como organizar e decorar + 85 modelos

    Home office: como organizar e decorar + 85 modelosCada dia mais pessoas vem investindo em um cantinho da casa para fazer um home office, pois assim, ela consegue criar uma estação para estudar e traba...

  3. Bubble Chair: curiosidades e dicas

    Bubble Chair: curiosidades e dicas

    Bubble Chair: curiosidades e dicas A Bubble Chair foi criada em 1968 pelo arquiteto finlandês Eero Aarnio. Ele nasceu em 1932 e estudou arte na Universidade de Arte e Design de Helsinki, entre 19...

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência. Ao prosseguir você concorda com nossos Termos de Uso

Meu Lugar Bens Imóveis Brasília

(61) 99122-1577

Meu Lugar Bens Imóveis Brasília

(61) 99122-1577